segunda-feira, março 21, 2011

poesia




III
Lagos lição de lucidez e liso
Onde estar vivo se torna mais completo
- Como pode meu ser ser distraído
De sua luz de prumo e de projecto?

IV
Ou poderemos Abril ter perdido
O dia inicial inteiro e limpo
Que habitou nosso tempo mais concreto?

Será que vamos paralelamente
Relembrar e chorar como um verão ido
O país linear e transparente


E sua luz de prumo e de projecto



Sophia de Mello Breyner Andresen-excerto de LAGOS II


5 comentários:

francisco disse...

Sol algarvio ou alentejano?

Maria de Fátima disse...

igreja de Santa Maria, Francisco!

francisco disse...

Não conheço. Só Conheço a da Nossa Senhora da Conceição, faça sol e chuva não.

wind disse...

Belíssima!
Beijos

lin disse...

I get much in your theme really wedding jackets for the bride thank your very much i will come every day