quinta-feira, fevereiro 01, 2007

previlégios


como dizia um destes dias o meu amigo Arion
"eu, que tenho a sorte de sair à rua e palmilhar a beira-mar doirada pela espuma numa época em que os ruídos, os bronzeadores, os putos e as bolas não estão cá;

eu, que tenho o privilégio de, numa amanhã fria de um Inverno frio, partilhar com a beleza frágil das aves marinhas uma época de conchas e madre-pérola;"

4 comentários:

Arion disse...

Mas que lisonjeado me sinto por ver as minhas singelas palavras aqui mencionadas... Obrigado, bem hajas!

TINTA PERMANENTE disse...

previlégios mais da alma que do olhar...
abraço

wind disse...

Belíssimas:)))
beijos

Francisco disse...

"...a beleza frágil das aves marinhas uma época de conchas e madre-pérola;"


e um porquinho, não?