sábado, janeiro 06, 2007

em Setembro

5 comentários:

Menina_marota disse...

"Manhãs de Setembro,
aragem fresca
construindo sonhos,
teias de gotas
enfeitando os matos,
perfume verde
a seguir meus passos,
lírios roxos
ponteando as margens
do fio de água
que escorre manso.
E tu E eu!
E a erva tombada
pelos corpos,
os lírios violados
na paixão.
E o céu!
Esse céu azul
sem limite.
O nosso limite.
A nossa eternidade!"
(Poema de Helena Guimarães)


Um abraço e bom 2007 ;9

wind disse...

Belíssima!;)
beijos

Amaral disse...

Hoje, o meu comentário é bem curto:
"Faz feliz a parte de Mim que és tu!", que talvez queira dizer: "Seila, faz Deus feliz!"
No meu sítio, tentarei explicar!...

segurademim disse...

... cádê os barcos???!!!

beijo :)

Francisco disse...

gosto mais da foto que do poema.
mas tá bem, pode ficar.

;p