segunda-feira, junho 20, 2005

chaminés


erguidas ao céu do nosso espanto
alegrando vista e corações
sois de nosso bem estar
em graça simples o garante
pureris e singelas guarnições

5 comentários:

Estrela do mar disse...

...Urgente!!!...visita o meu blog...

Beijinhos.

TMara disse...

+ belas ficando/ qnd na sua sombra /um gato vemos/ se espreguiçando...Bjs e ;)

francisco disse...

Era uma vez uma chaminé que queria ser céu e mimetizou-se de azul.

;)

wind disse...

Bonita foto da chaminé e lindinho poema:) beijos

Estrela do mar disse...

...aqui estou de novo mas agora para comentar...Seila...com uma bela foto e com um poema pequeno...fizeste um post muito bonito...